Destaques, Devocionais

Dois pontos e uma reta! #5

A matemática nos ensina que para fazer uma reta é necessário ter dois pontos, os quais quando são ligados, estabelecem um traço. É incrível como conseguimos comparar coisas matemáticas com o plano de Deus para conosco. Meu caro leitor, te convido hoje, a enxergar uma reta com outros olhos, com um novo significado!

No princípio, Deus fez todas as coisas que existem nos céus e na terra. Criou o homem à sua imagem e semelhança e de sua costela formou a mulher. Esse plano lindo da criação, infelizmente foi quebrado por conta do pecado de Adão e Eva. Se passaram várias e várias gerações e o nosso Pai bondoso, sempre levantou homens e mulheres tementes a Ele, para levar a palavra de reconciliação. Mas, a humanidade se tornava cada vez mais corrompida, era necessário que alguém derramasse todo seu sangue, para pagar o preço dos nossos pecados.

“Mas Deus nos mostrou o quanto nos ama: Cristo morreu por nós quando ainda vivíamos no pecado.” (Rm 5:8)

Nós éramos como um “ponto” aqui na terra, que não tinha ligação com o Criador, não o aceitávamos, nos tornamos inimigos de Deus. Porém, através de Jesus, nosso mediador, foi estabelecido o que era necessário, uma reta! “Nós éramos inimigos de Deus, mas ele nos tornou seus amigos por meio da morte do seu Filho. E, agora que somos amigos de Deus, é mais certo ainda que seremos salvos pela vida de Cristo. E não somente isso, mas também nós nos alegramos por causa daquilo que Deus fez por meio do nosso Senhor Jesus Cristo, que agora nos tornou amigos de Deus.” (Rm 5:10-11)

Jesus é a reta que liga o ser humano com o Pai, pois o pecado tem um preço, e o preço do pecado é a morte, e por conta disso ficamos separados do Senhor, mas seu Filho amado, venceu a morte, para que tivéssemos a nossa intimidade com Deus reconstruída. Cristo, não apenas abriu caminho para nós nos achegarmos, Ele se fez o próprio caminho, a verdade e a vida!

Deixe seu comentário!

Campos obrigatórios são marcados com *