Destaques, Devocionais

Jesus, O Moderador! #2

Em 1824, na constituição brasileira existiu o poder moderador, que foi instituído por D. Pedro de Alcântara, rei de Portugal e imperador do Brasil. Esse poder era um cargo que apenas o imperador podia exercer, o qual tinha a autonomia de intervir nas decisões tomadas por outros três poderes: O legislativo, executivo e judiciário.
No dicionário a palavra imperador significa, aquele que reina ou comanda, o que descreve certamente o lugar que Cristo quer ter em seu coração. Ele não quer que nos tornemos um robô, fazendo tudo o que nos programarmos, pelo contrário, nosso Mestre quer que obedecemos e deixemos Ele reinar em nós, por livre e espontânea vontade! Quem é este Rei que ao invés de obrigar a ser elegido, espera que nós venhamos ao eleger? Quem é este Rei que está disposto a trocar o seu fardo pesado por um leve, sua tristeza em alegria, seus medos por paz, sua vida passageira por uma eterna? Ele é o único soberano na história que deu a sua vida para aqueles que o amavam e para aqueles que não o amavam, para aqueles que o conheciam e para aqueles que ainda não o conheciam. Um Deus totalmente puro e santo, que perdoa pecados e ainda mais, pega todos para si, assim como diz no evangelho de Pedro, que “levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fossemos sarados.”
Deixe Jesus ser o moderador da sua vida, que todos os seus planos, intenções e pensamentos passem primeiramente pela soberania daquEle que realmente se importa com você. A escolha que Ele fez foi de se entregar por amor para que, não existissem mais barreiras que nos separássemos dele e hoje a escolha é sua de querer renunciar o seu próprio “mandato”. Uma coisa é garantida, Jesus é especialista em reinar, afinal, nada melhor que o autor da vida para guiar você!

Deixe seu comentário!

Campos obrigatórios são marcados com *